sexta-feira, dezembro 27, 2002

Música do dia: "Eu te amo, eu te amo, eu te amo" - Roberto Carlos - é isso mesmo q vc leu, Roberto Carlos!
E eu pretendia ir assistir "Lord of the rings" hoje, mas o moço q me gentilmente me convidou p/ acompanhá-lo, aparentemente esqueceu, mas tudo bem, pq eu recebi um convite muito mais divertido p/ sair daqui a pouco, então... whatever... fica p/ qdo eu voltar...fica p/ qdo eu voltar tb eu contar a baixaria q vai ser essa balada...
Q chique, o Leo Jaime tb tem blog.
Bom, e hoje á noite eu estou indo viajar e volto só em 4 de janeiro, por isso:

Beijos e ótimas comemorações de Ano Novo p/ todos!
E a pior, ele não sumiu! Acabou de me ligar pedindo desculpas e dizendo q foi a irmã dele q pegou o celular enquanto ele estava dormindo e mandou as mensagens! FÊ, lembra q eu disse q era bem capaz dele tentar de convencer de exatamente essa história! Hilário!
About last night: Na 4a. qdo eu comecei a paquerar o cara de ontem, eu falei p/ minha amiga q o único problema dele é q ele tinha os dentes feios e namorada, ela discordou, qdo ele me ligou 15 minutos depois de ter pego meu tel. e saído do bar pq tinha q trampar eu comecei a acreditar q talvez estivesse errada e ele fosse solteiro, qdo ele me ligou ás 2 da manhã da mesma madrugada e ficamos batendo papo até ás 3:30 eu desencanei total da idéia de ele ser comprometido. Saímos ontem á noite e tivemos um date muito legal, ficamos conversando umas 4 horas, o q foi ótimo e reinstaurou minhas esperanças, mas qdo ele disse q tinha q ir ás 22:30 pq a tia dele ia visitá-lo, eu fui buscar meus amigos e disse q era uma pena ele ter namorada e mentir sobre isso, mas q tudo bem, eu ia dar uma de retardada e aproveitar, afinal tinha me divertido...
Fomos então à Arqueria, onde nos divertimos muitíssimo, fazendo perguntas do tipo "pior trepada", "melhor conquista", "o q vc sabe q acha q o outro não sabe", "maior sacanagem q vc já fez (com ou sem arrependimento tanto faz)" e outras e atirando flechas no meio tempo, enquanto isso o cara ficou ligando e me mandando mensagens dizendo onde estava e pedindo q eu fosse encontrá-lo qdo saísse do bar, pq a tia dele já tinha ido embora... ás 3:30 da manhã deixei o pessoal em casa e liguei p/ ir vê-lo, ninguém atendeu, mandei uma msg pelo cel. "Tentei ligar, ninguém atendeu, nos vemos + tarde, boa noite" depois disso a troca de msgs q segue abaixo:
"Querida, é a namorada dele, q história é essa?"
"Pergunte p/ o seu namorado, ele q pediu p/ q eu fosse encontrá-lo"
"Sua vaca, procure outro homem"
"Eu procuro o homem q eu quiser, e q me queira tb"
"Estamos noivos!"
"E eu com isso?! Foi ele q me ligou"
Saldo final: Muitas risadas ás 4 da manhã e um casaco lindo, q ele me emprestou ontem pq eu estava c/ frio, e q eu devia devolver qdo saíssemos hoje, mas q agora é meu, afinal é óbvio q ele vai sumir!
Agora, tem q ser muito trouxa p/ trair a noiva e ser pego no 1o. dia... Tadinho...
Uma das coisas q me divertem em SP é o clima, dá p/ sair á noite e ver caras passando de gorro e casaco de couro e caras de bermuda e hering, ou como anteontem, qdo eu estava toda praia de sainha, blusinha e sandália e minha amiga de calça, casaco, blusa de gola alta e bota...

quinta-feira, dezembro 26, 2002

Fico esperando o dia em q vou ouvir uma cantada tipo "Bocããããão". Meda.
E as coincidências continuam: Saímos rodando atrás de um bar aberto ontem á noite e acabamos no mesmo lugar de sempre...Lá encontrei um cara chamado Rodrigo q fez GV comigo e q eu não via há tempos, comecei a paquerar um cara q era meu número e o nome dele: Rodrigo, é óbvio. Vou sair c/ ele daqui a pouco, depois conto como foi, ou talvez não...
E qual o problema comigo q eu atraio barman? E pq eles sempre dizem a mesma coisa " Nossa sua boca é maravilhosa!" e variantes? Será q é pq eles ficam olhando p/ a boca das pessoas enquanto elas bebem? Algum barman pode me explicar? Pelo menos esse vai me ensinar um pouquinho de Flair, e ele diz q sabe preparar Cosmopolitan p/ satisfazer minhas fantasias...
Música do dia:"I don´t like mondays" - Tori Amos

quarta-feira, dezembro 25, 2002

Meu Natal foi ótimo e o seu?
Começou ontem c/ uma tremenda ceia, com direito a peru, farofa e arroz com passas, muitos presentes e inclusive um muito especial, dado em conjunto pelo meu pai, minha mãe e meu irmão, um livrinho contando a história da minha família e um monte de coisas q eu vivi até aqui, escrito como uma auto-biografia e cheio de fotos, e o melhor, eu ainda vou receber o arquivo do livro p/ poder completar e continuar.
E ainda continuou hoje, com um almoço bem japonês, com bastante sushi, camarão e tainha assada. Agora dá licença q eu vou dormir p/ fazer a digestão.
Música do dia: "Stomp" - NRBQ

terça-feira, dezembro 24, 2002

Tristeza.
Prêmio de cartão de Natal mais lindo q eu já recebi:

do Moidsch.
Obrigada, amei!
O meu pai é ótimo p/ arranjar programa de índio na véspera do Natal... Teve ano q ele ficou preso no cemitério, teve ano q ele ficou vendendo cachorro na beira da Raposo Tavares e teve ano, como esse, q ele ficou arrumando caixa q deu problema em cliente, o detalhe é q por alguma razão q eu desconheço eu acabo topando ir com ele... mas é divertido, acho q é a única oportunidade nesse ano, assim como no ano q ficamos na estrada tentando convencer uma mulher q o Akita é uma raça de cachorro pequeno, q temos umas horas para realmente ficarmos juntos e conversar sobre coisas além da fábrica e sem pressão nenhuma, o q sem dúvida é uma diliça. E é engraçado como ás vezes I catch a glimpse de como somos parecidos, depois de tantos anos de rebeldia e brigas e conflitos acho q estamos chegando a um lugar onde, mesmo ele me tratando como "fofinha" e me apresentando ao cliente como a "filhota" dele, podemos bater um papo num patamar mais igualitário, onde ele percebe q apesar de dominar a imagem de uma criancinha a ser protegida, eu já sou um pouco mais crescida e tenho opiniões a serem respeitadas, e onde eu interiorizo a idéia de q ele é um ser humano inseguro como qualquer outro e q apesar de tudo, está sempre fazendo o q acredita ser o melhor.
Música do dia: "Kissing a fool" - George Michael"

segunda-feira, dezembro 23, 2002

Coincidências: Minha priminha fez uma tatuagem super parecida e quase no mesmo lugar q a minha! E por isso foi a segunda pessoa a vê-la!
Hoje fui revelar um filme q estava na máquina há 6 meses e fiquei impressionada com a maneira como as coisas mudaram! Tem foto minha c/ um ex, foto de um amigo c/ o ex dele, foto de um menino q é como um irmão e q agora está trabalhando no Japão, foto de viagem... e desde então tanta coisa está diferente, e estas fotos parecem q foram tiradas há taaaanto tempo, é meio angustiante pensar em como coisas q aconteceram há 3 ou 4 meses parecem estar tão longe na memória, acho q deve ter a ver com a rapidez com q vivemos, os fatos parecem sobrepôr-se sem q eu possa digerí-los, ou melhor, curtí-los da maneira apropriada. Não é à toa q eu me sinto balzaquiana, sem os privilégios de sê-la.
nerdslut
What's your sexual appeal?

brought to you by Quizilla
Que Sacanagem!

domingo, dezembro 22, 2002

Sobre as festas de fim de ano: Eu não sou católica, mas adoro Natal! É gostoso ter uma época no ano para lembrar de amigos distantes e enviar um cartãozinho desejando Boas Festas, é bom reunir-se com a família sem ser para discutir alguma coisa séria, é delicioso abraçar os amigos mais próximos e desejar um Feliz Natal, é maravilhoso escolher com carinho algo q vc sabe q seu irmão vai gostar, é fantástico ver o brilho nos olhos de uma criança ao abraçar um papai noel de shopping, enfim É Natal!
Quanto ao Ano Novo, apesar de eu acreditar que a época de fazer um balanço de sua vida e decidir o q vai e o q fica ser o dia do seu aniversário, podemos sentir no ar a vontade das pessoas de melhorar o q foi ruim, de comemorar o q foi bom, de desejar coisas boas às outras, de serem felizes, de procurar a companhia daqueles que gostam, de mudar, progredir, de abraçar, de consertar, trocar, podemos sentir uma energia boa, afinal é um Novo Ano, é uma Nova Vida, mais uma Chance de ser quem você gostaria de ser e ainda não é.
About today: churrasco, bebida, videokê e principalmente família, muita família - e muito bom, diga-se de passagem. É engraçado ver q vc e seus primos não são mais relegados à mesa de crianças, q na verdade, vc já tem meio q o dever de sentar c/ os "adultos" e ouvir os podres da família e q aquela priminha q vc carregou no colo já está terminando a faculdade e leva o namorado na festa da família, perceber, através de fotos de 1930, q o seu irmão tem a cara do seu avô, ver q aquele primo do seu pai q vc achava o máximo, está velho, barrigudo e com filhos adolescentes. E é muito bom perceber q, apesar de muitas vezes vc não ter nenhum interesse em comum com aquele bando de gente, vcs ainda tem os mesmos genes e q existem detalhes dos quais não se pode fugir, como um jeito de andar, de segurar um copo, de falar ou sentar e isso dá uma sensação muito boa de belonging.
Música do dia: "Suspicious Minds" - Elvis

sábado, dezembro 21, 2002

You can't remember sex. You can remember the fact of it, and recall the setting, and even the details, but the sex of the sex cannot be remembered, the substantive truth of it, it is by nature self-erasing, you can remember its anatomy and be left with a judgment as to the degree of your liking of it, but whatever it is as a splurge of being, there is no memory of it in the brain, only the deduction that it happened and that time passed, leaving you with a silhouette that you want to fill in again.
E. L. Doctorow (b. 1931), U.S. novelist

Você é louco? por Alito
Música do dia: "Confortably Numb" - Pink Floyd

sexta-feira, dezembro 20, 2002

Ah, e eu esqueci de contar, ontem no show, encontrei um conhecido! Um cara q foi muito amigo no passado, q eu dava como morto, afinal ele era um tremendo junkie, mas no fim das contas ele desencanou da vida de "tchurminha do mal", assim como eu, e virou straight edge (não é minha opção, mas pelo menos ele está clean) e agora anda fazendo segurança de show de daddy's boys e uns outros bicos p/ sustentar a banda, ele até me convidou p/ o show, mas não sei se rola, verdurada não é minha praia, fui em duas, mas achei muuuuito demais p/ mim, além do mais ele ficou tentando me convencer a virar straight edge tb e desencanar do sexo, do cigarro, da carne vermelha, da coca-cola...

Cortesia do Moidsch
Eu tb ainda vou encontrar a fórmula do amor...
Música do dia: "Simples desejo" - Luciana Mello, é o show foi bem fraco, mas eu acho q é mais em função do local onde foi realizado e a música continua linda.
Já está tudo bem c/ meu pai, vai ficar de molho no hospital mais um tempinho, mas já vai poder ler e ver tv como ele queria (antes ele tava na UTI e proibido de fazer qquer coisa além de melhorar), obrigada pela preocupação e votos de melhoras, pessoal (principalmente Érica q foi super-gentil e me ligou). Agora talvez ele resolva começar a trabalhar um pouco menos e principalmente ele proíba a minha mãe de seguir a mesma trilha.
Com essa história do meu pai no hospital achei q seria legal ir à um show de hip hop desencanar um pouco, resolvi aproveitar q iria à Via Funchal comprar ingressos p/ "O Quebra Nozes" e fui ao Oi Summer Groove, chegando lá estranhei ver as menininhas de brincos, colares, sainhas, sandálias e salto alto, mas imaginei q elas não sabiam q estavam indo à um show, prendi meu cabelo e tirei meu relógio (procedimento normal de quem está acostumada à shows punk...) e, pois é, eu é q estava no lugar errado, desisti na 3a. música da 3a. banda da noite e vim p/ casa dormir.
Pelo menos, como eu faço amizade fácil, conheci uns b-boys muito legais q me ensinaram uns passos muito divertidos, assisti bons dançarinos no show da Luciana Mello (é óbvio, nada q se compare a esse cara que eu tive o privilégio de assistir da primeira fileira em um show pessimamente divulgado em SP) e relembrei todo o inferno q tem sido minha vida amorosa nos 2 anos passados ouvindo "Se", música q eu dedico a todos os librianos de plantão...

quinta-feira, dezembro 19, 2002

Out of the blue sounds like my dad's health is not so good and he may have to stay at the hospital for a little while, and I'm most definitely not ready to find out that he's not Superman.
Tá foda, dá p/ parar pq eu quero descer?
Minha música tribalista:
Todo mundo no mundo
Faço samba no salão supimpa
Divino lugar
Ninguém é de todo mundo no mundo
Bis
Seja em São Paulo, Paris
Vamos sonhar, Vamos sapatear
Lagarta linda leaves me
Vamos sonhar, vamos sapatear
Amor de avô, desmundo!
Girou a Terra, a terra de Aurea
Vamos sonhar, Vamos sapatear
Boneco beautiful, na bola

Repita 102 vezes até você ser deportado.
Faça a sua aqui.
Música do dia: "Chunari Chunari" - O.S. Monsoon Wedding
Será q o Douglas vai voltar do Japão assim?
Outra frase da noite: "I believe in two things, destiny and the beauty of impulsive acts" - Tangled
Músicas da noite (por Débora Yuri):
Portland, dos Replacements; Disco 2000, do Pulp; Neil Jung, do Teenage Fanclub; Everyday Is Like Sunday, do Morrissey; Head On, do Jesus and Mary Chain; Gigantic, dos Pixies; The Modern Age, dos Strokes; Songbird, do Oasis; Sleep the Clock Around, do Belle and Sebastian; Sweet Jane, do Velvet Underground; At My Most Beautiful, do R.E.M.; Trash, do Suede; Luka, com os Lemonheads; Step On, dos Happy Mondays; 1963, do New Order; You`re Pretty Good Looking, do White Stripes; The Scientist, do Coldplay; The Everlastig, dos Manic Street Preachers; Inbetween Days, do The Cure; There`s a Light that Never Goes Out, dos Smiths; Under my Thumb, dos Stones; I Should Have Known Better, dos Beatles (para você, João); Wake Up, dos Charlatans; e Lo Bob Oscillator, do Stereolab.
Dani, ouça essas canções!!!!!!!
E povo que dá som no DJ Club e no Roxy, please, dêem um copy paste e toquem isso tudo na pista.
Deby

quarta-feira, dezembro 18, 2002

Frases da noite:
Dani "- Queria um homem q pudesse partir meu coração, mas q não vá fazê-lo.
Dé - Pôxa q bonito, isso saiu do seu cérebro?
- Sim!
- Parabéns, vc podia virar roteirista do Dawson's... Eu posso até ver a Joey falando isso, com uma musiquinha bem brega ao fundo..."
E continuando a encontrar conhecidos: Saindo p/ trabalhar vi na rua um menino q era meu vizinho no prédio da minha mãe e por quem eu tinha um major crush dos 9 aos 14 anos, com recaídas aos 16/17... ele deve trabalhar no prédio em frente à minha casa... e infelizmente, não consegui conversar com ele, primeiro pq eu gelei (paixão adolescente não passa), e depois pq eu tava de carro e ele estava entrando no prédio.
Matei meu macaquinho virtual! Coloquei um macaco no meu Palm, esqueci de vê-lo por uns três ou quatro dias e hoje ele tá morto! Deprê total...
Músicas do dia: "What I am" e "Nothing" - Eddie Brickel and the New Bohemians
Filme de ontem à noite: "The Tuxedo", pouca luta, muita risada, pois é, o Jackie Chan está ficando velhinho...

terça-feira, dezembro 17, 2002

Conselho do meu astrólogo que virou mantra pessoal: "A felicidade não é a estação final, mas sim o modo de viajar."
Música do dia: "No one does it better than me" - Salt 'n Pepa - só p/ levantar a auto-estima logo de manhã...
Filme da noite: "Monsoon Wedding" (pela primeira vez em DVD, já tinha visto no cinema) - se vc é menina e está meio deprê, assista, comigo dá certo: acaba o filme e eu volto a acreditar q o amor está na próxima esquina. Só q se vc é como eu e chora muito, lembre-se de pegar um rolo de papel higiênco (só a caixinha de lenços não resolve).

segunda-feira, dezembro 16, 2002

Encontrando conhecidos pelo mundo, a série: Estava no ICQ hoje, um cara me chamou p/ conversar, mandei a minha foto e Surprise! fizemos colegial juntos. Quais as chances de começar a conversar no ICQ c/ alguém, sendo q nenhum dos dois colocou o sobrenome nos details, e descobrir q há 8 anos atrás vcs cumprimentraram-se todos os dias por 2 anos?!? Definitivamente o universo está conspirando alguma coisa, só gostaria de saber o q...
Música do dia (o retorno): "Sangue de Bairro" - Soulfly
E com essa vontade de ir embora crescendo... mudei o template!
i'm 50's elvis!


Take the Which Elvis Are You? quiz, made by .

Isso aqui anda deprê demais.... Vou fazer uns quizzes...

Música do dia: "Seek and strike" - Soulfly

domingo, dezembro 15, 2002

U know what I really miss? A guy I can talk to for hours and hours...
Everybody made fun of me when I was 23 and started dating a 19 year old boy, specially 'cos he was really insecure among my friends and could become quite annoying, but the thing was, on our first date we talked all night long, from like 10 PM 'till 8 AM, we didn't even kiss, we just talked until they threw us out of the restaurant and then 'till we got kicked out of the disco. And it was perfect, a truly dream date and we fell in love, and it felt wonderful. On our second date he brought me his whole cd collection, and we talked about music for hours again, and I loved his kiss, he was a really quick study in sex, and when I told him to wait, "not now" he said ok and did it...And we stayed together for like 6 months, seeing each other everyday and always, always, talking for hours... But unfortunately he couldn't handle his family's pressure and broke up with me (there's always a first time)...
And that's what I've been looking for ever since, the other two guys I dated after him, I really liked them, but it was a skin thing, not a mind/spirit thing, and (Dé u probably remember this) I was always complaining how we had those big quiet elevator moments, it was ok, we would cuddle and stuff but I missed pillow talks, I missed discussing nothing and everything. I still do.
Música do dia: "Here comes the rain" (acústica) - Eurythmics

sábado, dezembro 14, 2002

And I'm thinking I deserve a nice candle light dinner with my book. I guess I'm just gonna take advantage of this whole quiet moment to cook....
It's funny how people find it strange when I say I'm not going out on a Saturday night, and how they keep expecting me to change my mind, and tell me to call later. Well, apart from Tom Cruise, Angelina Jolie and some others alike, there's only two possible people who can get me to go out tonight, but I don't believe they'll call, sooooo I'm pretty content here, making candles and soap (Fight Club? Not), listening to opera and not thinking.
Agora eu vou lá comprar glicerina e parafina p/ fazer presentinhos de natal...
Música do dia: "Professor Nutbutter's House of Treats" - Primus
About tonight: Linda festa de formatura! That's all I've got to say.
I find it quite amazing the way some people actually believe that after they really hurt someone else's fellings, things are just gonna blow over, and that the one hurt is simply going to forget it. Well I neither believe this shit nor forget something that has hurt me. When I say things I don't mean, or when things come out wrong, I talk it over, say I'm sorry, and hope that the other one forgives me. I don't come up trying to talk normal to the other person just because she was polite. I've got good manners, that doesn't mean I take shit from people who hasn't or from wankers.

sexta-feira, dezembro 13, 2002

Pior é q qto mais eles me pressionam mais vontade eu tenho de tentar explicar a minha teoria sobre como todos somos bi....
É impressionante q, não importa a sua idade, ou o quão independente vc seja, seus pais ainda achem q vc tem uns 3 anos de idade, que ainda é altamente influenciável e sem absolutamente nenhum discernimento. E o pior, perceber que eles se preocupam muito mais com sua imagem do q c/ sua felicidade, ou melhor, perceber que eles realmente acham que a manutenção de uma "imagem respeitável" está intrinsecamente ligado à felicidade, algo q eu acho condenável, principalmente qdo isso torna-se desculpa p/ agir como algumas pessoas q eu conheço, que condenam pública e ferozmente atitudes que eles repetem em "private".
Músicas do dia:
- "Little Wing" - Hendrix a música q o meu melhor amigo hetero costumava dizer q teria feito p/ mim se o Jimi não tivesse chego antes. Saudades... me liga qdo sua agenda permitir seu puto!
- "Lorelai" - Pogues

quinta-feira, dezembro 12, 2002

Cool site (contribution of Eliseo): What's your smurf name (I'm Flopsy Mopsey Smurf) and Prove u're evil!
Shibuya, já mandei uma cartinha p/ o end. q vc me passou... quem sabe né, afinal eu continuo precisando do transplante, thanx.
E ontem um amigo muito querido apresentou seu TCC: muito nervoso, crise de choro das meninas do grupo, presença do reitor na banca, trabalho maravilhoso, auditório cheio, muito amor dos amigos e famílias e no final título de melhor campanha publicitária do ano (ele está se formando na ESPM). Parabéns Honer, Haydee e Natalli, vcs merecem e eu vou comemorar junto na 6a.!
Música do dia: "Piece of my heart" - Janis Joplin - pois é, no arfã de reviver meus 15 anos, só estou ouvindo rock dos anos 60...

quarta-feira, dezembro 11, 2002

I'm Ally, my body hates me and someday, I'm gonna look back at this and laugh.
Eu ando tão certinha e boazinha q estou ficando de saco cheio de mim mesma. Eu não bebo, não me drogo, penso nas conseqüências antes de fazer as coisas, cumpro o q eu prometo, não minto (a menos q a verdade seja agressão gratuita), não desejo mal à quem me magoa, não faço sexo c/ desconhecidos e tudo mais de chato q possa existir, acho q estou virando tão ordinary e conformista q estou perdendo a noção. O q eu estou precisando é ir p/ algum lugar onde ninguém me conheça e eu possa me reinventar (ou talvez me reencontrar), esquecer tudo, não preocupar-me c/ os sentimentos dos outros, ser bastante egoísta, egocêntrica, gritar c/ quem não tem culpa, sair pela entrada da sala de cinema só para causar comoção, dançar mosh em show punk, ouvir muito rock, cantar numa banda de blues / soul, tocar numa banda trash... Enfim reviver toda minha adolescência, ser rebelde sem causa all over again, jogar fora meus relógios Swatch, meus sapatos Arezzo, meus cartões de crédito internacionais, meu palm e meu celular, e voltar a acreditar que a Anarquia ainda será realidade.
Música do dia: "Bold as love" - Jimi Hendrix

terça-feira, dezembro 10, 2002

My%20ideal%20mate%20is%20Aragorn!%20
Who is your Ideal Lord of the Rings (male) Mate?

brought to you by Quizilla
Raver%20Bear
Which Dysfunctional Care Bear Are You?

brought to you by Quizilla
Ah, e ontem fui ao cinema assistir "Sweet Home Alabama". Que eu achei até q divertido, coloquei meu cérebro na cadeira ao lado e ri qdo tinha q rir e chorei qdo na verdade não precisava, mas eu choro em propaganda de seguro, então, whatever. Pelo menos dessa vez não tinha um tiozinho do meu lado perguntando se eu não queria um copo d'água, ou se eu estava bem o suficiente p/ ir embora igual no "Lilo & Stitch".
É isso, mudei, mudei e mudei de novo o template, qdo já estava horrível demais, coloquei o antigo p/ tentar resolver o q eu faria e surprise! coube tudo na tela...
Banda do dia: "Primus" - ou "pq eu fiz aula de baixo por 6 meses"

segunda-feira, dezembro 09, 2002

Pois é, as coisas estavam saindo da tela de novo, eu quis dar uma de esperta e fodi tudo, arrumo mais tarde, agora não dá...
E as pessoas andam tão sem sex-appeal p/ mim ultimamente, no sábado, fui a um local cheio de possibilidades, uma "boate/restaurante/casa de show..." hetero, mas não rolou... fiquei de costas p/ o movimento, só curtindo o som, tentando manter a sanidade, contendo o sono q tomava o meu ser, explicando p/ mim mesma q é normal e acontece c/ muita gente vc ir à um lugar e a uma certa hora da noite ver-se cercada somente pelo único homem q vc amou, a esposa do mesmo, um cara c/ quem vc saiu (e q até gostaria de sair de novo, afinal o cheiro dele é bom, ele é divertido e pega do jeito q vc gosta) e outro q vc beijou e tentou mas não rolou.
E eu ando encontrando um monte de conhecidos por aí... na 6a. fui ao cinema e encontrei minha tia, indo ver o mesmo filme, q acabamos assistindo juntas, saindo do cinema, encontrei uma moça com quem eu fazia ginástica, aí no sábado encontrei uma amigona de colegial no shopping, à noite, no farol vi um professor, q buzinou e fez tchauzinho, cheguei no lugar onde estava tendo a festa de um amigo e encontrei um dos meus primos favoritos, que eu não via há meses... Será q o destino está tentando me dizer algo?!? Se alguém decifrar favor me explicar.
Música do dia: "Talk to me" - Heather Nova

sábado, dezembro 07, 2002

Eu amo São Paulo, mas definitivamente a cidade está ficando cada vez mais inabitável, passei uma tarde agradabilíssima, em um lugar fechado e cheio de seguranças, garantindo q somente pessoas economicamente ativas e de preferência de classe média-alta (se é q isso ainda existe) freqüentem o referido local, conhecido como Shopping Ibirapuera, lá fiz compras, almoçei e admirei a moda deste verão q está bem a meu gosto.
Na volta, admirando o fim de tarde, batendo papo c/ uma amiga e ouvindo música, esqueci onde morava e deixei a janela do carro aberta, parada no farol, vi um menino correndo em direção do carro, comecei a fechar o vidro, mas ele foi mais rápido e levou o celular da minha amiga. Não aconteceu nada demais, foi só o susto principalmente visto q o celular estava segurado, mas mesmo assim já é o bastante p/ lembrar q é uma merda viver tendo q sobreviver sempre.
Agora dá licença q eu vou fazer compras e ser feliz
It's kinda funny the way things happen, the way life sends u unseen before friends, people with whom u never thought u'd have so much in common, who makes u laugh and who makes u smile just for remembering that u'll meet them later. People u've known for years but that u never really talked to before, and with whom, all of a sudden, out of nowhere, u see yourself going out with and having fun, and wanting to repeat it. People u know will make great friend sooner than u believed it.
About last night: "A Chapa" com pessoas queridas, mas mesmo assim um encontro insólito, afinal em quantos grupos de amigos vc pode, numa boa, juntar dois ex-casais com a nova namorada de um p/ sentar numa lanchonete p/ bater papo e todos vão dar risada e divertir-se apesar do estranhamento do começo?
Depois dançar, ver gente feia e ir embora discutindo questões filosóficas às 3 da manhã.
Música do dia: "It don't mean a thing (if it ain't got that swing)" - Billy Banks

sexta-feira, dezembro 06, 2002

Filme da noite: "Serendipity"
Alguém pode me passar o tel. do Steve Martin? Eu preciso fazer um transplante de cerebro ASAP.
Dorme comigo hoje, eu pedi, só dorme, só dorme comigo, assim, grudado, e ele gemeu, ai, você gosta de dormir abraçada?, e eu gosto, disse que gostava, então ele foi, e no caminho ele continuava gemendo, dizia que eu era veneno, que eu era doce demais, que não podia, não deveria estar fazendo isso, que aiaiai, mas o carro ia cada vez mais rápido, e eu meio sorrindo em silêncio pedindo deus, se você está aí, deus, me dá esse menino, porque eu só quero esse menino, eu não quero mais nada...
.: Lady Averbuck :.
Música do dia: "Erotica" - Madonna (as aulas acabaram, eu estou solteira, portanto, yep, I'm horny)
Qdo as pessoas descobrem q uma das minhas melhores amigas está namorando c/ meu ex elas costumam vir me perguntar se tudo bem, e aí ficam espantadas qdo eu digo q acho ótimo e q na verdade dei a maior força p/ eles ficarem juntos e eu não entendo muito bem pq...
1o. Eu gosto muito dos dois e me faz muito feliz saber q eles estão juntos e muito bem (pessoas ótimas, como eles são, devem mais é ficar juntas mesmo)
2o. Não rolava mais absolutamente nada entre eu e o ex, ele era só um amigo
3o. Ninguém é de ninguém, como eu poderia ter ciúmes? (coisa aliás q eu nunca entendi, eu não traio, mas acho q fidelidade não é algo q possa ser imposta)
4o. Eu sou casamenteira mesmo, não acho q faça bem p/ ninguém não ter alguém p/ abraçar e beijar numa noite em q o dia foi ruim.
5o. Ele estava solteiro, ela tb, qual o problema?
Talvez se tivesse rolado dois dias depois q nós tínhamos terminado eu teria ficado bolada, mas foram meses depois, por isso sim, eu acho ótimo, dei e continuo dando a maior força, até qdo ela não tinha certeza eu falei, sem dúvida, ou qquer outra intenção, q ela devia esperar e curtir antes de tomar uma decisão. E não acho q isso seja nada demais, por isso não entendo qdo as pessoas acham esquisito...
Na verdade, até meu ex achou muito louco eu dar uma força e ficar feliz, ficou c/ o ego ferido e acabou brigando comigo. Pena q, como ele mesmo disse, agora ele "não tem coragem de falar comigo".

quinta-feira, dezembro 05, 2002

Tem dias q eu amo meu horóscopo:
Here is your horoscope for Thursday, December 5:
You love an audience, but you'd have a blast even if you were here all alone. There's romance in the air and playful determination in your eyes. Do exactly what you want, and nothing more.
Daniela, you're a Type 2 - The Humanitarian
Friends, family, and colleagues probably appreciate your caring and generous nature. They're also apt to know that when they come to you with a problem, you'll usually offer a shoulder to cry on and unparalleled compassion. As a Humanitarian, you're likely to be seen as a loving and helpful person with a kind heart.
Being a member of this type puts you in good company. Mother Teresa, with her tireless devotion to aid the sick and destitute members of society, and Bishop Desmond Tutu, with his emphasis on nonviolent protest against racial injustices, are also Type 2s
This means that compared to the eight other Enneagram types, you have a strong sense of empathy for other people. In fact, you're the kind of warm, sincere person who can be uniquely capable of seeing the good in others.
www.emode.com
Será que no fim eu sou meiga mesmo? Naaaa....

Música do dia:
Da série "até banda bosta ás vezes acerta": "Good Riddance" - Green Day

quarta-feira, dezembro 04, 2002

terça-feira, dezembro 03, 2002

O Mauro levantou hoje uma questão muito interessante:
1-) Vc pretende ter filhos?
2-) Essa decisão foi planejada, pensada e decidida?
3-) Se a decisão é ter filhos, vc tem certeza que não foi por causa da pressão da sociedade?
Por favor, respondam pq eu vou mandar p/ ele as decisões das pessoas.
Eu sou uma leitora compulsiva, do tipo q se não tiver nenhuma revista para ler enquanto escova os dentes (eu uso escova elétrica, por isso não há esforço a ser feito), pega o tubo de pasta e lê o verso, inclusive os componentes químicos e farmacêuticos responsáveis. Um dos meus problemas é q eu acabo pulando linhas ou parágrafos inteiros muitas vezes, principalmente se houver números no meio, mas estou sendo habilmente reeducada lendo "Detalhes de um pôr do sol" do Nabokov. Um livro tão cheio de detalhes (como já diz o título) que eu sou obrigada a prestar atenção em cada palavra e a fazer pausas periódicas para respirar fundo, fechar os olhos e enxergar o q o autor quis mostrar.
Músicas do dia:
"Seasons of Love" - O.S. Rent
"Baby one more time" - Travis

segunda-feira, dezembro 02, 2002

I'm Audrey, but I sure wish I was Joey.




Which Sex and the City Vixen Best Matches Your Sex Style?
A melhor série de todos os tempos! E o teste ainda está certo, afinal eu já tive q ouvir de mais de uma pessoa que "o sexo é o melhor q eu já tive na minha vida, mas acho q se a gente namorar vai estragar tudo" ou ainda "vc merece um cara melhor / maior do que eu" e "vc tem problemas sérios, afinal vc dispensou Aquele cara por mim?!? Não interessa q eu sou mais inteligente, olha para ele!". E hoje fica comprovado mais uma vez, eu não entendo nada de relacionamentos e nem de homens.
No sábado uma pessoa me disse que eu sou "meiga"?!? Fiquei encanada e perguntei p/ outra pessoa à noite se ela achava q eu era meiga, a resposta: "Dani, vc é um DOCE! Vc é a pessoa mais meiga q eu conheço!". Aí eu realmente entrei em tilt e perguntei p/ mais 3 pessoas, todas concordaram q eu sou um "amor". Eu pensei: "tudo bem, é sábado à noite e devem estar todos bêbados".
Agora, batendo papo c/ um velho conhecido do messenger, eu faço a mesma pergunta. Resposta: "Dani, por trás dessa boca-suja, está a pessoa mais adorable q eu conheço!".
Acho q eu fui raptada por aliens e essa não sou eu. Sai desse corpo q ele não te pertence!
Música do dia: "Je t'aime, moi non plus" - Miss Kittin

domingo, dezembro 01, 2002

Ah, tava esquecendo...
About yesterday: Muita diversão, exercício físico e dois hematomas, um na coxa, q já está sumindo e um no dedinho, q não aparece, mas dói bragarai. Eu até levei a câmera, mas infelizmente, esqueci de bater as fotos (é duro ser lesa)...
About last night: Ótima música, pessoas queridas que não via há meses, muita risada, beijnhos no hematoma da coxa p/ sarar logo, champanhe do inferno, dançar até não agüentar mais e nota mental: nunca peça p/ um bêbado cortar bolo de aniversário, mesmo q esse bêbado seja o aniversariante - devia ter aprendido essa no meu aniversário de 23 anos, mas tudo bem...
Alguém conhece algum médico q tire as coisinhas q fazem a gente sentir cheiro? E tb, já aproveitando, q tire nossa memória olfativa? Estou c/ problemas! Sempre fui muito ligada em cheiros de pessoas, mas agora ando acordando no meio da noite, com cada vez mais frequência, sentindo falta do cheiro de um cara de séculos atrás.
Trippin' on the topic... Eu curto muito aromaterapia, e costumo usar seus princípios c/ massagens e outros (sim, eu não só bordo como faço velas, incensos, sabonetes, sachets, cremes, e compostos c/ ervas medicinais...), mas ultimamente essa minha fixação c/ cheiro tem me causado diversos problemas, sendo q isso foi um dos fatores determinantes p/ eu ter decidido terminar um dos meus relacionamentos recentes... depois de um ano c/ o cara eu comecei a acordar no meio da noite p/ cheirar o pescoço dele (é, eu costumo fazer isso, é freak, mas sou muito carente e conseqüentemente muito carinhosa, beirando o grudenta...), mas, como não era o cheiro q eu queria eu virava p/ o outro lado, e assim q me dei conta disso, comecei a pensar no relacionamento (o q nunca é bom sinal) e terminamos...
Bom, o fato é, eu não quero mais sentir falta só do cheiro de uma pessoa, e nem quero mais me sentir atraída por alguém só pelo cheiro, independente do resto, porque isso é ruim, não dá p/ construir um relacionamento baseado só nos ferormônios, acredito piamente q tenha q haver interesses em comum, objetivos de vida parecidos e yari-yara...
Música do dia: "Dust in the wind" (a música é linda, mas do tipo q gruda e cantaram do meu lado bem qdo eu estava naquele estado meio dormindo, meio acordada...)
Filme do dia: "O Imbatível"
intense kisser



You Are An Intense Kisser!


Deep tounging, nibbling, and locking lips for hours are on your agenda.

You've been known to wear lovers out with your kiss,

before getting to anything else on the menu.

And given that you kiss so well... imagine how you do everything else.



How Do *You* Kiss?

More Great Quizzes from Quiz Diva

sábado, novembro 30, 2002

Trilha Sonora do Dia:"Singin' in the rain". Culpa do Telecine Classic q está passando "There's no business like show business"
Frases da noite:
"Ai, chuta, que é macumba!"
"ê Maria, tá doida?!?"
" - Acho q vou entrar no Ultimate Fight!
- Bom, cê sabe q eu assisto todos os Pride...
- Eu tb! Acho aquilo o máximo!"
" - Tô numa fase que só quero homem bonito!
- Eu vivo nessa fase, apesar q nem sempre funciona..."

sexta-feira, novembro 29, 2002

Eu, assim como a Winnie que não é a Cooper, não entendo qual o problema dessas pessoas que reclamam que eu não telefono. Eu ando c/ o celular o tempo inteiro e se elas realmente quisessem falar comigo era só ligar.
Amanhã eu vou estrear minha arma! Embaixo tem uma foto de um modelo igual, só q a minha é muuuito mais bonita, já q além de ser vermelha brilhante (nada de cores foscas p/ mim), ela é minha!
Graças ao meu super irmão agora a imagem é da minha arma mesmo!

Clique aqui para ver os detalhes dela...
Müsica do dia: "Time will tell" - Gilberto Gil

quinta-feira, novembro 28, 2002

Música da noite: "No rain" - Blind Melon.
O q acontece c/ SP?!? Bastou chover à tarde q o trânsito ficou absolutamente caótico e eu levei 1 hora p/ fazer um trajeto q levaria 20 minutos! Stress, stress, stress
Dé, sorry, mas a resposta vai ter q ficar p/ outro dia, não estou c/ a cabeça muito boa (será q algum dia ela foi boa???)
A pedidos da Dé tb, coloco abaixo uma lista prontinha p/ ser copiada, colada, preenchida e "postada" em seu blog:
me faz dançar:
me faz feliz:
me faz lembrar um ex-amor:
me faz lembrar de um amigo:
me entristece:
me alegra:
me faz ponderar a vida:
diz muito sobre mim:
me faz lembrar alguém significante:
escreveria:
não gostaria de ouvir de novo:
tocaria no meu funeral:
faz meus amigos lembrarem de mim:
gostava, mas agora nem tanto:
não admito que gosto:
faria de tudo pra ouvi-la num show:
me faz lembrar minha infância:
parece com a minha adolescência:
muitas pessoas gostam mas eu não:
quase ninguém gosta, mas eu sim:
gosto da letra:
não gostava, mas acabei gostando:
é melhor quando tocada no carro:
gostaria de acordar com:
foi tema de um dos meus filmes preferidos:
me faz pensar em sexo:
me faz querer estar sozinho:
me faz sorrir:
me lembra uma viagem:
overrated:
overplayed:
violenza:
pra ouvir na noite:
mais pessoas deveriam ouvir:
o cover é melhor do que a original:
não é do meu "tipo" mas eu gosto:
pra cantar no banho:
boa pra ouvir sob efeito de drogas:
o clip faz a música:
me faz lembrar alguém que eu quero, mas não posso:
não foi lançada recentemente, mas eu adoro:
O "autor" preencheu só com músicas do Ramones, vai encarar?
A minha resposta p/ ela vai ser private, sorry....
Mega comment de uma das minhas melhores amigas q eu coloco aqui a pedidos:
----- Original Message -----
From: Debora Yuri
To: Daniela
Sent: Thursday, November 28, 2002 2:08 PM
Subject: Impressões sobre o campo de centeio
Dani
Bom, estou aqui na redação da Folha, mas vou deixar as quinze (vinte?) matérias que tenho de apurar e escrever para poder curtir o Réveillon em Ipanema de lado para comentar seu blog. Isso é que é amizade...
Ele é bem cool, e como eu te conheço há muitos anos, muitos anos mesmo, acho sinceramente que você deveria:
1. Desencanar de achar seu Harry.
2. Desencanar de tentar descobrir quem são as pessoas que lêem o blog e não deixam posts e sim procurar pessoas com quem tenha mais afinidade.
3. Começar a fazer coisas que te deixem realmente feliz.
4. Mudar toda a sua discoteca (eu posso caridosamente te emprestar alguns muitos itens).
5. Ler Mark Lindquist.
Item por item.
Lindquist é americano de Seattle e quem gosta de música pop diz que ele é o "Nick Hornby ianque". E embora eu prefira muito mais Londres do que Nova York (pode me xingar, mas eu conheço alguns muitos países e para mim a única cidade que pode encarar Londres de igual pra igual é o Rio), e embora eu ache que a questão "Oasis ou Blur?" tenha sido muito mais fundamental do que "Nirvana ou Pearl Jam?", e que as bandas britânicas sejam muito melhores do que as americanas (com as honrosas exceções de Replacements, R.E.M. e Pixies), devo admitir que não sei quem é melhor: Hornby ou Lindquist.
"Sad Movies", do último, é um puta livro que te cairia como uma luva agora. Sem brincadeira. O protagonista é um total anti-herói, redator publicitário que vive em L.A., insatisfeito no trampo e com os amigos. Numa crise feia, enchendo a cara, traindo a namorada que ama e cheirando pó toda noite, ele marca uma data certa para se suicidar. Acontece que, enquanto os dias passam e a tal data certa vai se aproximando, duas pessoas e um cachorro começam a mudar definitivamente a sua vida... e ele enfim descobre o que o faz feliz. Tudo pontuado por trechos de clássicos de Smiths, The Cure, U2 e Replacements.
"It's a strange, sick world. It's ugly and getting uglier. It's cold and getting colder and there's no hope and no faith and so you have to have hope and faith or you're dead (...). So I want the life of a Magic Johnson or a Larry Bird. I want to play in a game with clear rules and a scoreboard." (Mark Lindquist, "Sad Movies")
Fora isso, eu te recomendaria, para sua "quarter-of-life crisis":
* "Nevermid Nirvana", um trocadilho com o segundo maior disco dos 90 (o primeiro para mim é "Out of Time"), do Lindquist também. É o "Alta Fidelidade" dele. Excelente.
* "Pergunte ao Pó", o melhor livro de todos os tempos, do mestre dos mestres John Fante.
* "O Apanhador no Campo de Centeio", do Salinger... Como imagino que você já leu, leia de novo... É impressionante como ele nos ensina coisas diferentes nas diferentes fases da vida em que o lemos - aos 12, aos 17, aos 21, aos 25... Acho que vou morrer com meu velho Salinger empoeirado e sagrado e com as páginas caindo na bolsa.
Quanto ao item 1. Achar uma pessoa legal. Isso acontece naturalmente depois que você conseguir se resolver consigo mesma. Parece bobagem psicanalística, mas não é. Acredito que você deveria procurar um emprego - ou, indo mais fundo, uma carreira - que te dê tesão e prazer. Essa é uma questão fundamental na vida aos 20 e poucos, porque é nessa idade que nós ainda podemos... chutar o pau da barraca! É como naquele trecho do argentino "O Filho da Noiva", que eu vi no último findi (é belíssimo), quando o cara diz: "Meu sonho é ir pra merda! Eu quero ir à merda!".
É isso. Nessa idade, nós podemos tentar muitas coisas, podemos ir à merda. Não tenha medo do risco/merda. De começar do zero/se ver na merda. Uma pessoa que não faz o que gosta não consegue ser feliz. (Despite de todas as crises que eu enfrento, ao menos eu amo o meu trabalho... Apesar dos fechamentos até duas da manhã e dos editores loucos e dos prazos insanos e das úlceras e das entrevistas com pessoas sinistras que você tem de fazer no sábado de manhã... As pessoas acham que vida de jornalista é apenas glamour e festa e viagem. Tá bom.)
O que nos leva ao item 2. Você deve mesmo investir em novos amigos, com quem se identifique. É difícil seguir em frente se não tivermos aquelas poucas pessoas que nos entendem e gostam do que a gente gosta e têm mais ou menos os mesmos valores e prazeres e... como é que se chama aquilo. "Visão de mundo". É isso. Temos de conviver com gente que tenha a mesma visão de mundo nossa. Isso nos (re)conforta, faz bem, mostra que não estamos "solos".
E o item 3 é uma coisa assim, tipo, um tanto quanto simples. "O que eu quero da minha vida? O que eu quero fazer dela?": essa é a questão que devemos responder, de preferência every single day ao acordarmos.
Você consegue respondê-la?
(Para mim: ainda falta muito, muito mesmo, mas três coisas básicas que eu quero desde os 12 anos eu tenho: eu sou jornalista, ganho dinheiro escrevendo e viajo pelo mundo.)
O que você quer desde os 12 anos? O que você quer fazer da vida?
Já comentei o item 5 e quanto ao 4... podemos ir à Festa do Garagem, a última já que o programa foi banido da Brasil 2000, este sábado, no Roxy. Que tal? Isso poderia imediatamente te levar ao item 2... e, possivelmente, ao 3...
"Possibilities. I open the door." (Lindquist, "Sad Movies")
Beijos
Dé (ou Deby ou whatever)
PS: Você tem idéia de por que diabos inventamos este apelido, "tia"? E a Dani? Ela lê seu blog? Eu gostaria de saber as impressões dela sobre tudo isso...
Outro link mais legal p/ o mesmo filme.
Há um tempo atrás assisti "Depois da Vida". O filme conta, maravilhosamente bem, o q acontece c/ as pessoas depois q morremos, todos vamos p/ um "sítio" onde temos 5 dias p/ escolher um momento de nossas vidas, esse momento é reproduzido em um rolo de filme e é isso q levamos p/ a eternidade, um único momento que vamos ficar assistindo e assistindo e assistindo, se o momento é ruim, voilá, é o inferno, se é bom, é o paraíso e você é o responsável pela escolha de como você vai passar a eternidade.
A primeira vez q eu assisti eu tive que ficar me concentrando no filme pq o tempo todo eu ficava me perguntando qual o momento q eu escolheria e acabei perdendo detalhes belíssimos do filme por causa disso. Mas, ao final da projeção, eu já tinha decidido... Se quiser saber o q eu escolhi eu falo, mas me conte qual o momento q você gostaria de reviver over and over pela eternidade antes...
Música do Dia: "Like a child again" - The Mission

quarta-feira, novembro 27, 2002

Acho q está faltando música nesse blog, por isso vou começar a colocar a minha música do dia.
Música do Dia: "Short skirt, long jacket" - Cake
Teve uma matéria na GV q valeu todo o esforço q foi entrar (tive q fazer 6 meses de cursinho q foi um pé no saco). A matéria é "Técnicas de Negociação" e na última aula, o prof. explicou sobre o declínio acentuado na curva de aprendizado q geralmente ocorre depois de 8 meses do término do curso, para evitar esse declínio ele pediu para todo mundo escrever em uma folha os pontos mais importante aprendidos no curso e comprometeu-se a enviar pelo correio a "carta para si mesmo" depois de 6 meses, o q foi a coisa mais legal q eu já vi um prof. fazer... Hoje chegou minha carta! O q eu escrevi:
- manter alternativas caso a negociação não dê certo;
- a comunicação depende de realmente entendermos o q o outro está dizendo;
- em negociação não existe realidade e sim percepções e interesses;
- opções = on the table / alternativas = away from the table;
- opções servem p/ identificar interesses;
- cuidado com a "maldição do vencedor";
- sempre investigue interesses;
- negociar é evitar atitudes irracionais;
- gerencie tensões.
Pois é, a GV ás vezes ensina algo útil...
You're%20life%20is%20like%20High%20Fidelity
~~ What movie is your life based on? ~~

brought to you by Quizilla.
Ok, um dos meus livros de cabeceira, pia, porta-mala, mesinha de centro...
Teste do blog do Santiago.
Are you Evil? Yes I am. Nota 8, sendo 10 o máximo. Pôxa, apesar de andar tão boazinha acho q a natureza mantêm-se... No entanto, acho q o q atrapalhou foi aquele monte de pergunta sobre se eu usaria sexo p/ conseguir my way...
"Finally, the truth is revealed — you're pure evil. But so are lots of successful people: Donald Trump, Mr. Burns, Martha Stewart. www.emode.com"
Eu tenho duas famílias, uma q eu amo pq é compulsório, e outra q eu escolhi e onde sempre tem espaço para mais pessoas.
A família q eu escolhi (e continuo sempre escolhendo, afinal manter qquer relacionamento exige esforços) é composta por pouquíssimas pessoas para quem eu posso ligar às 3 da manhã de uma quarta feira (sendo que a 5a. não é feriado) e pedir socorro, qualquer tipo de socorro (Iti, acho q nunca vou poder agradecer o suficiente por vc ter me resgatado daquela "festa" no fim do mundo, mesmo estando com pneumonia). E foi c/ uma delas q eu saí p/ jantar ontem.
Resumo do jantar: Ótima comida, discussão de 2 horas sobre quem era melhor: Griffin, Ben ou Dylan, pontuada por comentários como: "Como você pode gostar do Noel?!?", "-Lembra do episódio do Jantar e Prova de História? - Aquele do banho e velas? -É! -É claro q lembro, foi lindo!", "Sabia q eu assisti TODOS os episódios de Beverly Hills, até eles entrarem na faculdade, é óbvio", "Não tinha como a Kelly substituir a Brenda, afinal ela criou toda a imagem de bitch aí não dá p/ virar heroína" E outras tantas pérolas...

terça-feira, novembro 26, 2002

Todo mundo quer a mesma coisa: amor, carinho, paixão e etc..., mas todo mundo quer essa mesma coisa de lugares diferentes. Por exemplo, eu não quero o amor e o carinho do verdureiro da esquina, eu quero paixão de um cara: charmoso, inteligente, que leia Bukowski, seja tão viciado em cinema quanto eu, que adore dançar, não tenha medo de ser expor ao ridículo, q seja tarado por novidades, além de tarado por mim (é óbvio) e que não possa viver sem música. E é aí q o bicho pega, afinal, o q eu quero parece nunca ser exatamente, ou melhor, muitas vezes não parece nem de longe, o q a pessoa com quem eu estou é, e vice-versa. Então fica aquele monte de expectativa frustrada que acaba virando uma enorme bolha de ar, intransponível, transparente, palpável e sufocante sempre a manter aquela distância segura e incômoda.
Eu faço terapia e a minha psicóloga sempre fala que eu tenho q aprender a ver as pessoas como elas são e parar de projetar o q eu gostaria q elas fossem ou como eu gostaria q elas agissem e blá-blá-blá, mas o fato é: Eu quero sim um príncipe encantado, montado em um cavalo branco, que leia Fante (em caso de dúvida,
pergunte ao pó) sob a luz da lua diante de uma fogueira. Misturado com um cowboy do mundo de Marlboro, com a barba rala que arranha meu corpo, mão áspera que machuca meu braço e cheiro de Jack Daniels transbordando pelos poros! Não precisa ser nenhuma dessas coisas o tempo todo, pode incorporar essas diferentes personas esporadicamente, assim como eu, de tempos em tempos, e a gosto do freguês, viro a mãe que leva sopa na cama, a puta que veste couro e amarra na cama, a gueixa que lava os pés do senhor quando ele chega em casa.... Será que estou pedindo demais da vida?
Aos nerds e geeks de plantão:
Num grupo de H mulheres e M homens, todos heterossexuais, são possíveis estabelecerem-se M*H relacionamentos sexuais, ou românticos. Já num grupo de B bissexuais é possível estabelecerem-se B! (fatorial) relacionamentos. Donde concui-se que o "pansexualismo" pode criar problemas matemáticos muito mais divertidos!
Pra fazer uma análise desse tipo eu penso em vários pontinhos assim, e vou pegando cada um e desenhando linhas até os outros. No caso hetero, eu imaginei uma nuvem de pontinhos pretos orbitando uma nuvem de vermelhos, e é fácil ver que cada pontinho será ligado a todos do outro conjunto. Aí fica claro que é M*H. No caso sem restrições dá: (N-1) + (N-2)... + 1 + 0 = ((N-1) + 0) * N /2 = (N^2-N)/2, que nada mais é do que o binômio de newton de (N 2) ou número de conjuntos de 2 elementos tirados de um grupo de N: N!/(N-2)*2! O foda é que eu disse que era N!, e o Rogério disse que era N^2 :D na verdade é um pouco dos dois... N! é o número de arranjos de N elementos. Poderia ser o número de diferentes jeitos de fazer uma listinha "fulano namorou fulano que namorou cirano que..." Aí tem que dividir por (n-2)! pra pegar o número de arranjos de 2 elementos, e depois por 2 pra pegar as combinações. N^2 é o número de arranjos levando ainda em consideração o onanismo (um relacionamento com a própria pessoa!!!). Pense num quadrado, assim, uma matriz quadrada. Cada quadrado da diagonal principal é uma pessoa namorando com ela mesma. Se vc subtrais esses N quadrados, precisa ainda dividir por dois pra pegar as combinações ao invés dos arranjos!... É por esse mesmo motivo que tabelas de distância entre cidades são geralmente feitas em triângulos.
No final, concluímos que a homossexualidade implica em fascinantes problemas de análise combinatorial.
Autor: Nicolau Werneck
Eu desisto! Tava péssimo de ler meu blog por isso mudei o template de vez, qdo tiver tempo faço algo mais legal, mais c/ minha cara mesmo, por enquanto "All is well when it ends well"! O q vcs "pessoas q ficam entrando aqui e não me dizem quem são" acharam (não custa nada tentar fazer alguém manifestar-se, né)?

segunda-feira, novembro 25, 2002

"- What does it feel like when you're dancing?
- Don't know... Sort of feels good... It's sort of stiff and that, but once I get going, then I, like, forget everything and... sort of disappear. Like I feel a change em me whole body. Like there's a fire in me body. I'm just there... flying like a bird. Like electricity. Yeah, like electricity." Billy Elliot
For those of you who won't let go, who just won't give into the music, even if it's playing only inside your head... And for those who look at me as if I were crazy, when I dance my soul away. Anyone can feel that way, not just me and the screenwriter.
Se vc tiver Netscape use-o p/ abrir meu blog, por alguma razão muuuuito além da minha compreensão lá fica tudo bonitinho dentro da tela, só da pau mesmo no Explorer....
Discussão messenger da tarde:
Pq só os gays acham q eu sou namorável? Alguém aí q já tenha saído comigo tem algo a dizer? Estou à beira de criar um grave complexo de inferioridade e aparentemente nenhuma pessoa hetero na minha lista do messenger está on-line p/ entrar na discussão...
Daniela
As Daniela you have a great love of nature and the out-of-doors. All the finer things of life and beauties of nature are an inspiration to you and you are attracted to the mysteries of nature. Difficulty in expression results in your being too positive, blunt, and candid in speech and although you are easily offended by others, you do not show it. You crave affection and understanding, but rarely find it as others do not understand you and accuse you of being cool and aloof. The average person would never realize the true depth of your nature. A very individual, independent person, you live within your own thoughts. The insecurity you experience from limited verbal expression and social ease results in a jealous possessiveness and suffering through frustration, repressed emotion, and self-consciousness. This name would cause tension affecting the eyes, teeth, sinuses, ears or throat. There could also be a sensitivity in the heart, lungs, and respiratory organs, and frequent headaches.
Tirei daqui. E não é q tá certo!?! Vou colocar o nome dos meus filhos p/ ver se vou mudar a escolha...

Which woman of Shakespeare are you?

brought to you by Quizilla

domingo, novembro 24, 2002

Tava aqui, fumando meu cigarrinho, tomando um vinho, ouvindo meu rockzinho antigo q não tem perigo de assustar ninguém e escolhendo umas música p/ queimar um cd e percebi: Pôxa, eu não falei c/ ninguém hoje! I mean, troquei umas palavras c/ meu irmão e a namorada qdo eles estavam saindo e foi isso! Três pessoas me ligaram, mas, graças ao Caller ID do meu celular não atendi pq não eram meus amigos. Passei o dia bordando (a mesa onde costumo montar meus quebra-cabeças está ocupada, por isso, sim, eu estou bordando...), ouvindo música e lendo. Exatamente o q eu fiz domingo passado também.
É claro q eu sinto falta de alguém, sinto falta de sentir o cheiro de outra pessoa no travesseiro além do meu (e de cigarro, q é péssimo), tenho vontade de beijar, e durmo muito mal sozinha na minha cama, mas mesmo assim, isso nunca foi motivo suficiente p/ me fazer ficar c/ um qualquer (incluindo as 3 pessoas q me ligaram hoje) e acredito q p/ achar alguém é preciso stillness of heart e essa é minha maneira q encontrá-la... ficando quietinha no meu canto, levando meu livro p/ jantar durante a semana, sorrindo ao assistir o pôr-do sol sempre q possível (mesmo q isso me leve a bater o carro, como aconteceu há poucas semanas) e curtindo o barulhinho da chuva misturado c/ o som do Chet Baker numa noite como essa.
E também não é q eu não esteja procurando, pq eu estou sim, eu saio e até tento, mas é preciso q a pessoa tenha aquele je ne c'est quoi e q me faça rir muito (como meus amigos sabem eu sofro de "Complexo de Jessica Rabbit") e isso tem sido muito mais raro de encontrar do q quando eu tinha 13 anos, então acabo saindo e me divertindo muito, dançando, batendo papo, bebendo groselha , conhecendo gente nova e não conhecendo alguém q valha o esforço q é manter um relacionamento.
Eu prometo q vou arrumar o template q fica saindo da tela, me dêem um tempinho, daqui a pouco acabam minhas aulas e aí vou conseguir fazer um montão de coisas q estão pendentes...
Agora q eu já usei bastante as palavras dos outros p/ expressar o q eu sinto...
About last night: great food, bad music, nice company.
And today: acordar às 14h, bordado, TV, e Carmen Lundy p/ acabar bem o dia
Oração do Amor Efêmero
Eu quero ir embora, eu quero um amor que me carregue para longe daqui, que me leve, me leve, me leve embora, que me ame com força e desespero, que machuque minha boca no primeiro beijo porque queria muito, que tatue meu nome no braço mesmo sabendo que não é para sempre, que não se importe com nada. Vamos fugir, vamos sumir, ser estranhos longe de todo mundo. Eu quero um amor que me puxe com força e não me dê opção senão me deixar levar, eu quero ir, eu quero ir, eu quero ir embora daqui. Eu quero um amor que me perca, me ache, me deixe tonta e confusa, que não se incomode com os olhares dos outros e grite que me ama, eu quero, eu quero um amor que me leve, que perca, me ache, me ganhe de cara. Que me guie, me guarde, me governe, me ilumine, me incendeie, me cause insônia e raiva e ciúme e lágrimas e febre e riso. Eu quero um amor que me canse, me canse, não canse nunca e me canse e se canse. Eu quero um amor de verdade, puro, limpo, imaculado, sagrado, que vá até o fundo, até onde ninguém foi. Eu quero um amor que me olhe nos olhos, não tenha medo de se jogar no abismo, de se jogar em mim. Eu quero um amor que esteja disposto a arder no inferno por nós. Que esteja lá não importando para onde eu queira ir. Eu quero um amor de janta e café da manhã, que não prometa nada, que não dê nada além do que for tão verdadeiro que me deixe doente, louca, rouca, suada, cansada, que arranque minha paz junto com meu coração. Eu quero um amor que me leve até o fim.
.: Lady Averbuck :.
O DIREITO AO FODA-SE.
Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente válidos e criativos para prover nosso vocabulário de expressões que traduzam com a maior fidelidade nossos mais fortes e genuínos sentimentos. É o Povo fazendo sua língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará plenamente um dia. Sem que isso signifique a "vulgarização" do idioma, mas apenas sua maior aproximação com a gente simples das ruas e dos escritórios, seus sentimentos, suas emoções, seu jeito,sua índole.
"Pra caralho", por exemplo. Qual expressão traduz idéia de maior quantidade do que "Pra caralho"? "Pra caralho" tende ao infinito, é quase uma expressão matemática, física. A Via-Láctea tem estrelas pra caralho, o Sol é quente pra caralho, o universo é antigo pra caralho, eu gosto dela pra caralho, entende?
No gênero do "Pra caralho", mas no caso expressando a mais absoluta negação está o famoso e crescentemente utilizado "Nem fodendo!". Que nem o "Não, não e não!" e nem tampouco o nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade "Não, absolutamente não!" substituem. O "Nem fodendo" é irretorquível, liquida o assunto. Te libera , com a consciência e o ego tranqüilos, para outras atividades de maior interesse em sua vida. Aquele filho pentelho de 17 anos te atormenta pedindo o carro pra ir surfar no litoral? Não perca tempo nem paciência. Solte logo um definitivo "Huguinho, presta atenção, filho querido, NEM FODENDO!". O impertinente se manca na hora e vai pro Shopping se encontrar com a turma numa boa e você fecha os olhos e volta a curtir o seu novo CD.
Por sua vez, o "porra nenhuma!" atendeu tão plenamente as situações onde nosso ego exigia não só a definição de uma negação, mas também o justo escárnio contra descarados blefes, que hoje é totalmente impossível imaginar que possamos viver sem ele em nosso cotidiano profissional.
Como comentar a bravata daquele chefe idiota senão com um "é PhD porra nenhuma!", ou "ele redigiu aquele relatório sozinho porra nenhuma!". O "porra nenhuma", como vocês vêem, nos provê sensações de incrível bem estar interior. É como se estivéssemos fazendo a tardia e justa denúncia pública de um canalha. São dessa mesma gênese os clássicos "aspone", "chepone", "repone" e, mais recentemente, o "prepone" - presidente de porra nenhuma.
Há outros palavrões igualmente clássicos. Pense na sonoridade de um "Puta-que-pariu!", ou seu correlato "Puta-que-o-pariu!", falados assim, cadenciadamente, sílaba por sílaba...Diante de uma notícia irritante qualquer um Puta-que-o-pariu! dito assim te coloca outra vez em seu eixo.Seus neurônios têm o devido tempo e clima para se reorganizar e sacar a atitude que lhe permitirá dar um merecido troco ou o safar de maiores dores de cabeça.
E o que dizer de nosso famoso "vai tomar no cu!"? E sua maravilhosa e reforçadora derivação "vai tomar no olho do seu cu!". Você já imaginou o bem que alguém faz a si próprio e aos seus quando, passado o limite do suportável, se dirige ao canalha de seu interlocutor e solta: "Chega! Quer saber mesmo de uma coisa? Vai tomar no olho do seu cu! ". Pronto,você retomou as rédeas de sua vida, sua auto-estima. Desabotoa a camisa e saia à rua, vento batendo na face, olhar firme, cabeça erguida, um delicioso sorriso de vitória e renovado amor-íntimo nos lábios.
O nivel de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à quantidade de "foda-se!" que ela fala. Existe algo mais libertário do que o conceito do"foda-se!"? O"foda-se!" aumenta minha auto-estima, me torna uma pessoa melhor. Reorganiza as coisas. Me liberta.". Não quer sair comigo? Então foda-se!.". "Vai querer decidir essa merda sozinho(a) mesmo? Então foda-se!"
O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na constituição brasileira. Liberdade, igualdade, fraternidade e foda-se.
Pedro Ivo

sábado, novembro 23, 2002

An%20all%20around%20great%20guitar.%20%20You%20know%20how%20to%20bring%20out%20the%20essence%20of%20any%20guitar%20player.
What guitar are you?

brought to you by Quizilla
Gibson Les Paul- An all around great guitar. You know how to bring out the essence of any guitar player
Dia atípico! Começando c/ aula de uso de facas e defesa pessoal no Ibirapuera logo de manhã e seguindo com a compra de uma arma de paintball! Agora vou, com certeza me obrigar a jogar mais, o q é ótimo! E ainda à noite, festa em um lugar completamente diferente do comum, um clube de campo completamente hetero! Tell y'all later...

sexta-feira, novembro 22, 2002

quinta-feira, novembro 21, 2002

Festa!
Existe algo pior do q coquetel de lançamento de livro? Sim! Coquetel de lançamento onde vc não é apresentada como "X da empresa Y", mas sim como "filha de Z".
Acho q esse sitemeter está errado, ele diz q 18 pessoas entraram aqui em 24 horas, além de mim. Q eu saiba só a Mi e o Eliseo entraram, e ninguém deixa nenhum comment... Tell me who are u people!
Volta do almoço, nesse calor... só fazendo quizzes. Trabalho?!? Naaaa...
hell%20raiser
what fucked version of hello kittie are you?

brought to you by Quizilla
playful
What Type Of Retro Gal Are You?

brought to you by Quizilla
You are the playful pin-up! Do you know how to be serious?
Funny sites: here and here.
Ok, big date out of nowhere, he's nice, intelligent, beautiful green eyes, veery nicely built, speaks both French and English, smells really good, has a funny group of friends, though I didn't really like the fact that 2 of them kept going back to their car to do God knows what, but, anyway, let's see where this thing goes... Cutest thing of all: he was really nervous about meeting me, kept really trembling for the first hour... Thanx Rubia!

quarta-feira, novembro 20, 2002

Yep, I'm a freak magnet, who else gets a dinner invitation from their own old/boring/single/desperate doctor?

Which famous Roman character are You?

brought to you by Quizilla

You are JULIUS CAESAR! You're an intelligent person with great strategies that give you victories. You're a good friend and have a great concern for others. You can also be rather serious at times.
e tb um site meter!
Todo mundo tem comments! Agora, graças ao Itiro eu tb!
Momento Cultura inútil:
The U.K. number 1 on the 29th July 1977 (my birthday) was 'I Feel Love' by Donna Summer.
The U.S. number 1 on the 29th July 1977 (my birthday) was 'Looks Like We Made It' by Barry Manilow. (which I love, cheesy as it souds...)
Got it here.
Ok, o banner do gongo não tá legal, e não estou entendendo pq o sidebar é menor do q o mesmo, mas vai ficar p/ arrumar outra hora (Iti: Help! I need somebody!)

terça-feira, novembro 19, 2002

E o meu irmão ficou empolgado com o blog e iniciou o dele!
E aquele monte de coisas q eu tinha p/ dizer viraram isso:
Escrito em 19/11 - 00:14
Eu sou irritantemente feliz, pois é, tudo dá certo para mim, até dando absolutamente errado como está agora... Não gosto do meu trampo, detesto minha pós, estou à caça de uma turma de amigos com os quais eu me identifique mais (de novo), em termos românticos não tenho ninguém, nem à vista diga-se de passagem, mas mesmo assim volto da facu p/ casa, às 11 da noite, cantando toda feliz e contente, depois de assisitr uma aula extremamente chata e improdutiva e de ter ouvido q o cara q era um possível pretê está namorando, o q, obviamente, o desqualifica. Chego em casa e encontro o computador travado e mesmo sabendo q vou acordar amanhã atrasada, com ódio de mim mesma, vou dormir, com medo de sufocar por causa dessa unexpected bronquite, e com um sorriso nos lábios. É foda ser feliz por natureza, gostaria de ser como Hemimgway, mas sei q não rola...
Momento declaração de amor explícito já citado:

>From: "Debora Yuri"
>To: "Daniela"
>Subject: Re: Máquina de Pinball
>Date: Mon, 18 Nov 2002 14:09:27 -0200
>
>Olá, tia!
>
>Curiosamente, li esse livro TOSCO ontem, em dois momentos: de manhã, na piscina de um hotel 5 estrelas na Augusta (sábado foi niver do João e eu quis dar um presente cool pra ele), tomando sol e bebendo cerveja, e à noite, no meu quarto, de porre pq meu time foi rebaixado para a Segundona. Trash.
>ACHEI O LIVRO UMA BOSTA, UMA MERDA!!!! Sério que você gostou, Dani? Meu Deus. Achei um amontoado de clichês, achei que tudo que ela escreve soa falso (muito falso), e cá entre nós, com cartão de crédito do papai é bem fácil posar de dura e fodida e tal.
>E pelo amor de Deus, JOHN FANTE??????? Ele deve estar se revirando no túmulo.
>A coisa boa foi que eu descobri uma coisa: se uma garota tosca consegue publicar essa merda, eu certamente consigo publicar any shit tb. Enfim...
>Cool o lance que voce escreveu sobre a Catarina. Nao lembro direito da Catarina em si, mas vou voltar a esse trecho para me recordar melhor. Tb te considero minha soulsister, e tb te amo apesar de qq merda. Coisas tipo adorar esse livro tosco, gostar de banda cu, preferir o noel que o ben e por ai vai...
>Dani, mas nao acho que voce seja parecida com a "autora" em questao. voce e muito mais profunda, honesta e divertida, sem duvida nenhuma.
>vamos marcar um jantar ou uma bebedeira um dia desses. Que tal tomorrow?
>Beijos
>Dé

> ----- Original Message -----
> From: Daniela > To: dyuri
> Sent: Sunday, November 17, 2002 11:50 PM
> Subject: Máquina de Pinball
>
>
> Oi tia!
>
> Vc leu o livro "Máquina de Pinball" da Clarah Averbuck? Pois é, comecei e terminei em uma hora, e adorei! Leia!
> Bom, só queria q vc soubesse q eu me identifiquei demais c/ ela e q vc é para mim o q a Catarina é p/ a autora... Amiga antiga, opostos e complementares, com quem já passei momentos inesquecíveis, soulsister, que vou sempre amar regardless do q acontecer.
> Momento declaração de amor explícito terminado, vou dormir.
> Nos falamos depois,
>
> Beijo,
> Dani

segunda-feira, novembro 18, 2002

Tenho um monte de coisa p/ dizer, mas acho q preciso por tudo em ordem antes...
Por enquanto vai resultado de quiz:



What
cartoon dog are you?


Brought to you by the good folks at sacwriters.com.
Acabei de ler um livro q não sei se é ótimo (literariamente falando), mas q sem dúvida nenhuma retrata tão bem o meu momento atual q chega a doer, chorei tão copiosamente ao terminá-lo q meu irmão teve q perguntar o q estava rolando, e ainda me senti compelida a mandar algumas declarações de amor explícito à várias pessoas, q não pude me segurar e mandei (só p/ uma, mas tudo bem, publico aqui o meu amor à outra: Mi, eu te amo, vc é uma soulsister como poucas outras e essa separação está, sem dúvida nenhuma, doendo como se estivessem tirando meu coração de dentro do peito com uma colherinha de café).
O livro é "Máquina de Pinball" da Clarah Averbuck. Se alguém quiser me entender, tem q ler esse livro, eu sou ela, sem a vódega, sem a loja de discos.

domingo, novembro 17, 2002

Uma amiga me disse q a menina q beijamos ontem à noite não causou efeito nenhum nela, that got me thinking... Did I actually feel anything? I dunno?! Was I high on something? Nop! Adrenaline or Endorphine maybe? Yep, could be...
The thing is, I cannot try to revive a moment and find out if I actually felt something or not, specially knowing that I don't wanna feel anything 'cos I just wanna have fun with her, afterall, my favourite things in partners are male only, soooo, I gotta think, or maybe not, about it a while longer before I can make up my mind...
Gotta go now, reality calls, and very loudly...
Bom, não valeu... q pena... Pq as pessoas sentem q PRECISAM beber alcóol p/ divertirem-se? não entendo, realmente, ficam todas inconvenientes, indecisas e tomando atitudes que as fazem arrependerem-se pouco tempo depois, é foda, mas é isso e ainda bem q não bebo mais...
Mas, vamos ver, pode ser que com o tempo as coisas mudem, afinal tudo sempre muda, e eu ainda acho q um beijo é só um beijo, e q um ou outro beijo na noite muitas vezes não significam nada. Engraçado é como o ego, misturado com bebida, faz as coisas mudarem de figura totalmente, fazendo com q algumas pessoas passem a ser totalmente irracionais e ilógicas.
Quem me conhecia na época em que eu bebia, pode me dizer se eu tb ficava completamente chata e irracional qdo bêbada?

sábado, novembro 16, 2002

Realmente este findi tem sido bastante agitado... Acho q vou precisar de um bom feriado p/ me recuperar totalmente deste...
Vamos só ver se vai realmente valer a pena. Conto mais tarde.

sexta-feira, novembro 15, 2002

Me faz dançar como um retardado: remix de "The greatest love of all" - Whitney Houston
Me faz pular como um retardado: "I wanna be sedated" - Ramones
Me faz insanamente feliz: "I'm free" - Soup Dragons
Me faz lembrar uma foda ruim:?
Me faz lembrar uma foda foda: "Smack my bitch up" - Prodigy
Me dá vontade de trepar: "Erotica" - Madonna
Trilha sonora para um assassinato com requintes de crueldade: "Carmina Burana"
Me faz lembrar de como o mundo é estranho: "Bonde do Tigrão"
Não diz nada sobre mim, mas pô...seria legal se dissesse: "Ex-girlfriend" - No doubt
Me faz lembrar alguém que eu preferiria esquecer: "Por Você" - Barão Vermelho
Que EU deveria ter escrito, mas algum fdp chegou antes: "Eu sei" - Legião Urbana
Que me fazem cogitar o suicídio quando ouço, mas não consigo deixar de ouvir: Chet Baker
Gosto ainda mais porque é instrumental: "Moby Dick"
Que a letra é foda, mas a música é uma merda: "Hit" - The Sugarcubes
Que a música é foda, mas a letra é uma merda: "Perfect Strangers" - Black Sabbath
Gosto de fazer os vizinhos ouvirem: Sepultura"
Está na moda, mas é uma merda mesmo e pronto: Linkin' Park e afins e Brit Pop
Coloquei tanto pra tocar que o CD-Player já se recusa a ler a faixa: "One" - Metallica
Gostaria de acordar com X cantando "Wonderful Tonight" - Eric Clapton pra mim
Gostaria de chegar em casa com X cantando "Tonight's the night - Rod Stewart para mim
Que me faz sorrir: "I touch myself" - Dyvinils

Tirei daqui .
Sujeito a alterações, afinal a ressaca de ontem ainda não passou (só p/ constar ressaca de algo indefinido, visto q não toquei em alcóol ou qquer outra substância ilícita...
About last night:
Sim, on occasion eu fico c/ mulheres tb, algum problema? Se tiver, vá à um psicanalista e não me encha!
Onde estão os Homens do mundo, ou melhor, de SP? Eu concordo q indo a lugares gays as possibilidades diminuem, mas acho q: primeiro, em boates hetero, q eu já conheço e frequentei bastante, é extremamente difícil encontrar um cara q esteja interessado em outra coisa além de looks e em catar o maior número possível de meninas e em segundo lugar, os caras hetero q vão à uma casa gay são muito mais seguros e confiantes, não só em relação a sua sexualidade, mas em todo o resto também, e isso é muito importante. Agora, ontem eu conheci um cara hetero em uma casa gay, ele até beijava bem, mas não estava exatamente disposto a tentar alguma outra coisa além de ficar c/ cara de paspalho olhando p/ mim e dizendo q eu era "a mina" dã, tá eu posso meter medo, mas a função de um Homem é olhar através disso e ter guts to do what it takes! Talvez eu esteja esperando demais e tenha q aceitar q as pessoas andam muito incertas mesmo. Whatever...

quinta-feira, novembro 14, 2002

Momento heresia:
Fui assistir "Hable con ella" e não achei tudo isso, discordo qdo o Fernando Meirelles diz q o Oscar já é do Almodóvar e não dele por "Cidade de Deus", q eu achei muuuuito melhor.

quarta-feira, novembro 13, 2002

Momento shopaholic forte:

Prezado(a) Daniela Yurica,

Obrigado por comprar no Submarino!
Esta é a confirmação de que seu pedido foi finalizado com sucesso.

Livro - Clube da Luta - CHUCK PALAHNIUK
Livro - Mulheres com Homens - RICHARD FORD
CD - Blue Moods - MILES DAVIS
Livro - Máquina de Pinball - CLARAH AVERBUCK
Livro - 1933: Foi um Ano Ruim - JOHN FANTE
CD - Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim - IVETE SANGALO
CD - Elvis - 30 # 1 Hits - ELVIS PRESLEY
Livro - Diário de Bridget Jones, O - HELEN FIELDING
CD - Assim Que Se Faz - LUCIANA MELLO
Informática - Adesivo Protetor de Tela WriteRight para Palm V, Vx, M500/505, HP
Quem não tem o q dizer, mostra resultado de teste....
Emode's Original Inkblot Test

Daniela, your unconscious mind is driven most by Peace

You are driven by a higher purpose than most people. You have a deeply-rooted desire to facilitate peacefulness in the world. Whether through subtle interactions with love ones, or through getting involved in social causes, it is important to you to influence the world.

You are driven by a desire to encourage others to think about the positive side of things instead of focusing on the negative. The reason your unconscious is consumed by this might stem from an innate fear of war and turmoil. Thus, to avoid that uncomfortable place for you, your unconscious seeks out the peace in your environment.

Usually, the thing that underlies this unconscious drive is a deep respect for humankind. You care about the future of the world, even beyond your own involvement in it. As a result, your personal integrity acts as a surrogate for your deeper drive toward peace and guides you in daily life towards decisions that are respectful toward yourself and others.

People who have unconscious minds driven by peace tend to be independent thinkers who often prefer to live by their own high personal standards and moral code.

Though your unconscious mind is driven most strongly by Peace, there is much more to who you are at your core.

www.emode.com
I am Bridget Jones, and this is my diary!
Escrito em 12/11 - 22:38
First day at the gym... Too tired to think...

terça-feira, novembro 12, 2002

Da série pq sempre me apaixono por nerds:
A Lia me entende !
Como tem gente esquisita no mundo! Fui convidada p/ jantar ontem por uma pessoa com quem troquei meia-dúzia de palavras no máximo, como sou louca tb, aceitei, fomos lá, estava fechado, fomos p/ outro restaurante (ótimo by the way, se quiser, o nome é Robata, na Rua Bandeira Paulista, 387), chegando lá, ela ficou meio quieta, eu ficava tentando puxar papo, ela cada vez + esquisita, depois fez cara de X qdo eu disse q tinha 25 anos e cara de nojo qdo eu pedi um robata de rã... Freeeak! Acabamos indo embora rapidinho, mas tuuudo bem, eu aindo tenho fé q pessoas ótimas aparecem do nada! Um abraço, Eliseo, afinal vc surgiu do nada!

segunda-feira, novembro 11, 2002

You are 32% geek
You are a geek liaison, which means you go both ways. You can hang out with normal people or you can hang out with geeks which means you often have geeks as friends and/or have a job where you have to mediate between geeks and normal people. This is an important role and one of which you should be proud. In fact, you can make a good deal of money as a translator.

Normal: Tell our geek we need him to work this weekend.


You [to Geek]: We need more than that, Scotty. You'll have to stay until you can squeeze more outta them engines!


Geek [to You]: I'm givin' her all she's got, Captain, but we need more dilithium crystals!


You [to Normal]: He wants to know if he gets overtime.

Take the Polygeek Quiz at Thudfactor.com


What kind of porno would you star in?

brought to you by Quizilla




Faça você também Que
gênio-louco é você?
Uma criação de O Mundo Insano da Abyssinia


PS: Andei de montanha russa hoje! Não era nenhuma maravilha como a q o Douglas foi no Japão, mas mesmo assim tive o rush de adrenalina e foi ótimo!
Meu cérebro precisa de conserto urgente! Eu não sei o q anda acontecendo: em primeiro lugar, de repente eu dei de ficar sem assunto nenhum p/ conversar c/ algumas pessoas, eu q sempre fui extremamente comunicativa, agora, do nada, olho p/ algumas pessoas e minha mente vira um buraco negro, sem nada a dizer! E em segundo, o problema pior: Q história é essa de "Ele não é bonito, não é tão inteligente, temos poucas coisas em comum, mas o cheiro dele é ótimo e eu o quero (de novo, diga-se de passagem)" e pq essa é uma das pessoa com quem eu não consigo ter uma conversa decente? Eu fico pululando de um lado p/ outro, falando coisas sem nexo e não chego a lugar nenhum! Why God, Why!

domingo, novembro 10, 2002

About last night...
Lugar diferente, pessoas estranhas, música boa, conversas sobre Física Quântica e discussões sobre a bomba atômica. Enfim uma noite ótima q eu espero q ainda renda dividendos por algum tempo.
Escrito em 09/11 - 02:29
Não há nada mais triste q morrer desculpando-se, por isso eu peço desculpas sempre, mesmo qdo não tenho certeza se devo, essa é uma lição q eu aprendi há muito tempo e a duras penas. Pedidos de desculpas não doem, não custam nada e geralmente trazem benefícios enormes.
O único problema é qdo as pessoas aproveitam-se disso p/ não pensar em sua responsabilidade no problema e acham q só pq vc pediu desculpas vc estava inteiramente errada e elas completamente certas, isso sim é foda, muito foda.
But, nevermind, I had fun anyway! And I got to sing Cruisin'.
Escrito em 08/11 - 21:31
Quem nunca se sentiu a lagarta só esperando a crisálida romper-se para finalmente poder tornar-se a borboleta? Eu já, muitas e muitas vezes, principalmente depois de um filme deprê e de saber que na verdade, em uma 6a. à noite tudo o q eu queia era ir p/ casa e encontrar "a pessoa" p/ abraçar e dormir e acordar juntinho, mas que na verdade vou sair c/ um monte de "amigos" que na verdade, deixaram de me entender de verdade há um bom tempo atrás... Deprê total.

sexta-feira, novembro 08, 2002

Told u I'd get there! Agora só falta arrumar a parte de cima... Mas isso vai ficar p/ mais tarde, afinal estou c/ um pusta sentimento de culpa por não ter trabalhado ontem...
Nota: Odeio qdo pessoas continuam tentando mesmo depois de vc deixar claro q não quer nada!

quinta-feira, novembro 07, 2002

Ok, it's ugly, but I'll get there
Bom, as cores de fundo eu já mudei... agora só falta descobrir como colocar imagens... e depois vem a escolha dessas imagens... I'll think about it later...
Hahaha! Material genético bom é outra coisa! Até as 10:30 de hoje de manhã eu não entendia absolutamente nada de html, mas como eu tenho capacidade dedutiva e raciocínio lógico, já consegui mudar o tal do site meter p/ posição q eu queria! Tá certo q o método do macaco ajudou, mas não precisei pedir ajuda e nem recorrer a nenhum site de programação! Eu sou foda!
Cara! Tô emplogada! Nem trabalhei hoje, fiquei só brincando de mudar e adicionar features à esse blog! Cheia de trampo, fico só escolhendo o site meter q vou colocar aqui... triste...
Acho q estou começando a entender esse negócio de programar em HTML (Pode acreditar Iti!)
Me aguardem, daqui a pouco tempo esse blog vai estar minha cara! Se eu não perder o interesse antes...
Pois é, tinha escolhido um template legalzinho, c/ fogo no sidebar, mas não rolou e eu não faço idéia do pq... acabei ficando c/ esse retardadinho de "fat puppy"... blergh!
Essa merda não está dando certo, quem disse q era só criar um blog aqui q era super fácil, tá errado! O fundo, os links e todo o resto não aparece!
Então, as I was saying, comecei esse blog por ter gostado da idéia de escrever p/ um monte de desconhecidos o monte de coisas q passam pela minha cabeça, e assim, quem sabe, começar a entendê-las um pouquinho mais, se alguém quiser me dar uma luz, e-mail me...
Ok, first things first, começo esse blog mesmo sabendo q nunca consegui manter um diário por mais de 3 dias, mas, quem sabe, a cabeça é redonda p/ o pensamento mudar de direção, portanto, pode ser q isso seja uma das coisas q eu mantenha... who knows, I certainly don't...
</