quarta-feira, dezembro 17, 2008

Na cabeça: "It's a kind of magic" - Queen - nesse momento de pouca fé, meu irmão fantástico, mesmo sem saber, me leva a um show de mágica, perfeito.

Fax, pra mim, é mágica. Sim, já me explicaram como funciona e tal e eu até entendi, mas ainda assim, é mágica. Tem coisa que eu faço questão de querer entender, tem um monte de outras que eu faço questão de acreditar que é mágica, é muito mais divertido aceitar que o impossível acontece do que ficar tentando explicar e entender cada um dos detalhezinhos de cada coisinha.

E falando nisso, o Contardo Calligaris disse: "(...) Uma leitura moderna diz que o demônio do meio-dia não é um bicho do inferno, mas é um sofrimento insidioso, específico de uma época em que faltam cantos escuros. Ele é nossa própria tristeza, a depressão e o tédio produzidos por um mundo com poucas sombras e poucos mistérios.
Em outras palavras, as luzes da razão e da ciência acabaram com aquele sentido que só uma transcendência (divina ou diabólica, benéfica ou maléfica, tanto faz) podia conferir à vida. Por excesso de luz, em suma, o mundo perdeu seus horrores, mas também seu encanto(...)"

5 comentários:

Cris disse...

Li outro dia, mas não lembro a fonte (fonte é coisa de água mineral): algo como "quando a tecnologia se torna muito perfeita, seu resultado mtas vezes só pode ser explicado como se fosse mágica mesmo" :)

Dani disse...

Hahaha, será que é por isso que eu acho fax mágica?? Pq é perfeito, saem do outro lado até os amassados do papel! ;)

Cris disse...

E o fax 3-D então? já existe... vc coloca um objeto qualquer no seu e o receptor constrói uma réplica, usando um tipo de cera :O

Dani disse...

Pois é!! fax 3-D!! Vi no Discovery Channel!! Isso é mais que mágica, é bruxaria!!! ;)

Cris disse...

Eu sempre me emociono quando um amigo diz que viu algo no Discovery Channel, rss.. quando fala que foi no History eu choro copiosamente, rsss.